Tags

, ,

A série “Phantasmagoria” mal estreou no “Fantástico” no último domingo e a Globo já está pisando em ovos com entidades religiosas.

Segundo profissionais da atração, o quadro, que se propõe a investigar lugares mal-assombrados e a caçar fantasmas, sofre pressão de grupos ligados ao espiritismo e ao candomblé.

Esse grupos estariam fazendo um forte lobby para que o programa deixe claro que fantasmas não existem, sem questionar a existência de espíritos.

Com isso, alguns episódios estão tendo seus textos revistos, para não provocar protestos maiores. O foco do quadro deve ser as emoções humanas diante do medo.

Na internet é possível encontrar sites e blogs espíritas questionando o conteúdo da atração, que estreou no último dia 5. Há também uma legião de críticos, que dizem que “Phantasmagoria” afasta o “Fantástico” do jornalismo de qualidade.

Apresentado por Tadeu Schmidt e pelo mágico Kronnus, o quadro elevou em três pontos a média do programa, que está em torno de 20 pontos de audiência. Cada ponto equivale a 60 mil domicílios na Grande São Paulo.

Procurada, a Globo diz, via assessoria, que desconhece protestos de entidades religiosas com relação ao novo quadro.

Fonte: Pragmatismo Político

Anúncios