Tags

, ,

 

Nossa opinião: Ao ler essa reportagem no blog de um amigo e parceiro “Povo de Axé”, fiquei analisando a maneira que as mídias tradicionais transmitem noticias sobre terreiros.

Se este assassinato tivesse ocorrido em uma igreja, a notícia seria assim:

“PM e adolescente foram assassinados e segundo a polícia os indivíduos estariam em uma confraternização eclesiástica”.

Por incrível que pareça a hipocrisia das mídias querem manchar o nome das religiões ligando a bebida em ambiente sagrado como neste caso. Mas as Religiões de Matriz Africana possuem confraternização e comemorações iguais a todas as outras religiões, sendo assim não havendo proibição de bebidas alcoólicas.

A policia deveria se ater ao fato que os terreiros são perseguidos e investigar uma possível ação violenta de intolerantes religiosos.

Por Oluandeji 

Um policial militar e um adolescente foram assassinados dentro de um terreiro de umbanda na terça-feira (31) na localidade do Toco, em Caucaia.

Segundo a polícia, os indivíduos estavam bebendo no local quando foram surpreendidos por quatro homens armados que efetuaram diversos disparos e fugiram em um veículo vermelho.

O PM Cléber Xavier Martins e o adolescente Roberto Rodrigues, de 17 anos, morreram no local. Uma terceira pessoa foi atingida no braço e encaminhada ao Hospital Municipal de Caucaia.

Após os assassinatos, a polícia conseguiu localizar um veículo Celta vermelho com as mesmas descrições do carro visto no local do crime.

Os dois homens, que estavam na posse do veículo, negaram o duplo homicídio. Os suspeitos foram levados à Delegacia de Roubos e Furtos, pois foi constatado que o carro era fruto de roubo.

Até o momento, a polícia não tem informações dos suspeitos e nem da motivação do crime.

Fonte: Caucaia Agora

 

Anúncios