Tags

, , , , ,

O advogado Luiz Felipe Ávila Prado de 48 anos foi detido pela Polícia Militar na noite da segunda-feira (13), após criar confusão em um restaurante no município de Juína (noroeste do estado), após ingerir bebida alcoólica. Segundo o boletim de ocorrência, foi o garçom que acionou a polícia após sofrer ameaças dentro do estabelecimento comercial. O garçom disse ainda que foi agredido com tapas e empurrões.

Quando a polícia chegou ao local, o advogado estava do lado de dentro do balcão e ao ser abordado, também desferiu um soco contra o policial. Algemado, Luiz Felipe foi levado a Central de Operações da Polícia Militar (Copom) e as ameaças não pararam.

De acordo com o registro, o advogado dizia palavras de baixo calão, ameaçava buscar uma arma em casa para matar um por um, e ainda insultou. “Policial narigudo, alemão e orelhudo. Seu lugar não é aqui, eu nunca vi alemão aqui em Juína”, dizia.

O tenente Freitas também foi agredido verbalmente. “Olha a estrelinha dele ali, esta achando que é muito, mas não é nada, não estudou e foi parar ai e que nada acontece comigo, pois sou advogado e os outros policiais são uns merdas de uns soldadinhos”, atacava.

Após o registro do boletim, o advogado foi encaminhado para o CISC para que a Polícia Civil tome as devidas providências no caso.

Fonte: 24 Horas News

Anúncios