Tags

“No modelo vigente de ‘desenvolvimento’, no que diz respeito ao campo a destruição do meio ambiente e dos espaços coletivos de vida e de trabalho, assim como o desrespeito à cidadania e ao ser humano, são predominantes em regiões onde vivem povos indígenas, quilombolas e outras comunidades tradicionais. Na região urbana, atinge da mesma forma populações negras e migrantes – essas últimas em sua maioria proveniente da região Nordeste, que vivem em situação de risco nas grandes e pequenas cidades. Chamamos de Racismo Ambiental às injustiças sociais e ambientais que recaem de forma implacável sobre grupos étnicos vulnerabilizados e sobre outras comunidades, discriminadas por sua ‘raça’, origem ou cor”. (Tania Pacheco)

Sobre a convidada: a Dra. Tania Pacheco é graduada em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, mestre em Educação pelo IESAE/Fundação Getúlio Vargas – RJ, e doutora em História pela Universidade Federal Fluminense. Atualmente é coordenadora-executiva do “Mapa de conflitos envolvendo injustiça ambiental e Saúde (Fiocruz/Fase)”. Trabalha na área de Direitos Humanos e Ciências Ambientais, com ênfase em Racismo Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: democracia, cidadania, justiça social e ambiental, cultura e política.

Sobre o Bate-papo Cultural:

O Bate-papo é um evento mensal realizado pelo Arquivo Público em parceria com a Secretaria de Cultura e a Universidade Estadual Paulista – UNESP que promove em Rio Claro o encontro entre pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento e a comunidade, sempre com a motivação de apresentar um outro olhar para a realidade, como novos desafios a serem aprendidos. A proposta é possibilitar, por meio desses espaços de diálogo, a identificação e compreensão dos diferentes temas que estão sendo estudados, pesquisados e debatidos, e permitir que esse contato nos provoque a construir uma história diferente, onde aprendamos a nos posicionar como agentes do nosso dia a dia.

Mediação do 46º Bate-papo CulturalProf. Romualdo Dias, Unesp/Rio Claro

Entrada franca. Será fornecido certificado de participação.

Dia 18 de setembro de 2012, terça-feira, às 20h, no Arquivo Público – Rua 6, n. 3265, Alto do Santana, Rio Claro-SP.

Fonte: APHRioClaro

Anúncios