O fato é que há pouco tempo atrás não tínhamos o direito de votar, foi uma guerra civil até que tivéssemos o direito de ir às urnas e escolher nosso candidato, mas simultaneamente temos o problema de não mais se envolver em política e deixamos tudo na mão dos escolhidos.

Quero dizer que além de votar temos que conhecer o candidato, entender suas propostas, analisar que sejam viáveis e verdadeiras as posições que ele está trabalhando e de forma alguma aceitar candidatos que comprem sua liberdade de voto. Temos que parar agora com essa mania de votar em amigos ou em conhecido, temos que nos comprometer com pessoas que tenham condição de legislar com sabedoria e integridade.

Vejo meus irmãos de Axé, que poucos são aqueles que se comprometem com a socialização de nossa religião, praticamente não se importam em que rumo está às ações políticas de nosso município.

Para 2012, temos a preocupação de enfrentar a bancada evangélica que nos persegue em atos de intolerância e nem assim conseguimos uma articulação concreta para impedir que sejamos assolados pelo ódio religioso.

Não tenho nada contra outros religiosos, só quero garantir minha liberdade e ajudar a sociedade como um cidadão que sou.

Meu nome é Alessandro, sou Tatetu Oluandeji e voto em Campinas em Marcio Pochmann para prefeito, porque se comprometeu em reformular as secretárias de combate ao racismo e a intolerância religiosa,  alem de que é um economista que combate a pobreza em governos de Lula e Dilma e para Vereador meu voto é de Pedro Tourinho um Médico da saúde pública defensor do SUS,  professor de medicina na PUC, ex – Conselheiro Nacional da Saúde e um militante junto comigo na luta da igualdade e pelo direito ao respeito à diversidade.

Quem quiser apresentar seus candidatos no blog me enviem foto e texto para o email: alessandro.nkosi@hotmail.com e de maneira democrática iremos mostrar as pessoas que temos posições e candidatos para defender os Direitos Humanos e ajudar a nossa sociedade.

Por Oluandeji

 

Anúncios