Espera aí, o estado é laico? Pode colocar uma placa na cidade como se fossem todos habitantes cristãos?

Isso me faz lembrar-se da época da escravidão que a Igreja danificava a fé dos africanos para que fossem adestrados com mais facilitado que resulta no trabalho do Edir Macedo querendo fazer seu convencimento de fé pelo ódio da intolerância.

A placa é no mínimo falta de respeito e uma agressão à constituição brasileira, pois deixa clara que o poder financeiro e político das igrejas cristãs mais uma vez estão tentando inviabilizar outras crenças.

Por essas atitudes políticas é que devemos nos atentar que precisamos mudar de estratégia e pensar de uma forma mais coletiva para que placas como estas e aulas de catequeses não interfiram na fé das pessoas, eu não acredito numa religião que só consegue adeptos pela força, pela estratégia de destruição de valores, eu não sou cristão e quero meu direito de cultuar meu candomblé com a dignidade que ele merece.

Para mim a luta é simples:

Ocupar espaços

Eleger nossos candidatos

Se levantar e lutar contra qualquer forma de preconceito ou exclusão

Enquanto estivermos inertes a luta, a política seremos alvos fáceis do ódio do racismo e da intolerância religiosa.

Por: Oluandeji

Anúncios