Tags

, ,

Pastora Wilma Ribeiro

https://www.facebook.com/pastorawilma.ribeiro.5

UMA PALAVRA AOS HOMOSSEXUAIS COM AMOR!
Em resposta aos Homossexuais que me perguntam porque ele nasceu gay.

DEFINIÇÃO SEXUAL DA CRIANÇA
O ser humano nasce sem nenhum registro em sua mente, é como um computador novo que precisa de novos programas e já no ventre da mãe começam a ser inseridos as primeiras informações. Tudo no ser humano precisa ser aprendido como exemplo por modelagem. Ou seja a c

riança ao nascer ainda não sabe se é menino ou menina, ela aprende com exemplos. Na idade de 0 até 10 anos em que a sexualidade e o carácter da criança ainda estão sendo definidos. Ou seja, com essa idade a sexualidade da criança ainda não foi definida psicologicamente. Por isso os homossexuais pensam que alguém já nasce gay. O que eles não sabem é que todo ser humano nasce com a sexualidade biologicamente definida, mas psicologicamente e espiritualmente, ela precisa ser moldada, definida por modelagem, exemplo masculino do pai. O factor exemplo é fundamental. Ela precisa que alguém dê o exemplo a ser seguido.
A importância da imagem masculina do pai na formação da personalidade, carácter e definição da sexualidade.
A psicanálise orienta os pacientes em conflito a assumirem o homossexualismo como forma a não relutarem contra seus dramas interiores. Depois de assumirem sua “opção sexual” certamente virão os problemas como culpa, duvida, vergonha, desprezo por si mesmo, autopunição, confusão mental, depressão, vícios. O psicanalista então, não consegue resolver os problemas oriundos do homossexualismo, e todas outras questões psicossomáticas, simplesmente porque é uma questão primeiramente espiritual. Mas também pode ser gerado por uma mãe dominadora e um pai fleumático manso e sem autoridade. A criança não reconhece a masculinidade do pai, e com o domínio da mãe, a imagem feminina é introduzida como imagem masculina distorcida. E a ausência do pai pode gerar uma indefinição nessa área. Nessa idade é fácil introduzir no psiquê da criança uma distorção da sexualidade, da moral e dos princípios bíblicos.
As áreas de mutações no ser humano é:
Biológica, psico emocional e espiritual. Não existe anatomia homossexual e não é uma doença, mas um sintoma de feridas nessas três áreas. Todo ser humano é um ser mutante em deformação desde a queda no Jardim do Éden. Não é apenas os homossexuais que sofrem de deformação. Cada um em esferas e áreas diferentes. Os homossexuais vivem em conflito e se sentem discriminados, e tudo o que precisam saber é da verdade Bíblica que molda o caráter na identidade do Pai Celeste, já que a identidade do pai carnal está destruída. Eles têem muitos conflitos e sofrem muito com isso. Enquanto há o conflito é porque ainda há um pouco de consciência de pecado, mas quando perdem e não resta mais conflitos e a consciência já está cauterizada. Temos que fazer algo rápido senão ele fica totamente apático e incensivel à voz de Deus. É como um morto espiritual que já não sente mais nada. O morto você pode até enfiar uma agulha ele não tem dor. A dor é um bom sinal. A dor sinaliza que algo dentro dele aínda está vivo.
Eu não conheço homossexual ou prostituta que não sinta culpa, porque a culpa é um sintoma normal de quem vive um comportamento não aprovado por Deus. Mesmo que ele não admita isto, ele sente. A principal causa é uma questão espiritual que é desencadeada por relacionamentos familiares, primeiramente com o pai. Uma moça que se prostitui é porque quer se vingar do pai, por ausência, mais tratos, abusos sexuais, indiferença. A erotização precoce, a destituição da autoridade, falta de disciplina, violência e incesto.
Prostitutas, homossexuais e pedófilos, a maioria deles foram abusados sexualmente. E pasmem! A maioria dos abusos sexuais são feitos pelos pais biológicos. Raramente você encontrará um gay que afirme que tem um pai maravilhoso.
Como ser social o ser humano tem necessidade de aceitação porque como Deus ele é um ser relacional. A rejeição do pai o faz pensar que também foi rejeitado por Deus, então a degradação moral acontece, porque o pai é a imagem do Pai Celeste.
Quando o homem se volta para Deus 70% da família é salva. Quando a mulher se volta para Deus 30% da família é salva. Porque é o homem responsável pela salvação da família. O homem é responsável pelo desenvolvimento do principal sentimento no ser humano: O AMOR! É responsável pela disciplina e correção. Se tiver um filho rebelde não é culpa da mulher, mas do homem. O pai é responsável pela definição da sexualidade, masculinidade do menino, e feminilidade da menina. É do pai que surge o homossexualismo.
Por exemplo: uma menina vira lésbica porque tem nojo e repudio pelo pai, ela não sentirá atração por homem, jamais aceitará ser tocada e acariciada por homem, ou porque não aprendeu com o pai, ou porque isto trás lembranças dolorosas. Por outro lado, se não virar lésbica, pode ser uma prostituta ou uma mulher adultera, ou terá dificuldade de se relacionar, será infeliz na vida sentimental.
O homossexualismo feminino ou masculino é a falta de referência masculino, balanceado de autoridade, disciplina, presença, amor e afeto na vida do filho. Ou seja, ele vira, homossexual, se degrada moralmente para vingar-se do pai. Na verdade ele está gritando: “Não tiveram um compromisso de amor comigo”. A vingança é a sujeira moral, algo parecido com uma criança que se esperneia no chão com o vestido limpo. É exatamente isto o que acontece.

Definição sexual da menina
Ela precisa de um pai maduro, seguro, másculo, forte, carinhoso que a ponha no colo e a beije com muito mimos e muito respeito e amor. Que tenha autoridade, liderança, mas que saiba pedir perdão quando erra. Que jamais esqueça das datas importantes, que participe das reuniões da escola, que dê presentes e flores, coisas que menina gosta. Que saiba ser presente, amigo. O pai que toda menina quer ter é o espelho do marido que toda mulher deseja ter. Uma menina que tem um pai assim terá toda a necessidade de afeto suprida, não vai sair por ai beijando todas as boquinhas que encontrar pela frente.
Há, Importante! Esse pai não pode ter vícios, ser infiel para sua mãe, deve ser o provedor, líder referencial e principalmente deve criar os filhos nos caminhos do Senhor. “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e quando for velho não se desviará dele”.

Definição sexual da menino
É mais ou menos parecido com a criação da menina, com muito carinho, com a diferença que ele é macho, ou seja, o menino se espelha na masculinidade do pai: Tom grave na voz, maneira de andar, gestos masculinos, jogar bola, modo de se impor como macho e como líder, como tratar a mulher. Tudo que ele ver no pai servirá de exemplo.
O homem foi criado por Deus para dominar, competir, ser campeão, e conquistador de troféus. No campo sentimental ele vê a mulher dos seus sonhos como um troféu que deseja conquistar, ir à luta. O filho observa tudo o que o pai faz, nos mínimos detalhes para poder copiar. O ser humano constrói seu caráter a partir do relacionamento com outras pessoas. Ele precisa de exemplos a ser seguidos. Ele é diferente dos animais que já nascem sabendo andar, sabendo mamar, nadar, voar. Ninguém ensina para eles como fazer é instintivo.
Entretanto se você criar um ser humano, sem alimentá-lo, sem ensiná-lo a mamar, andar, falar, estudar, disciplinar, ele vai virar um monstro, um debilóide. Ele precisa de exemplos a seguir.
A força do exemplo e do ensino é determinante para ele. quanto mais se investir na educação, mais ele vai crescer, isto não tem limite. Seu nível cultural vai depender do nível cultural de seus pais.Ninguém ensina aquilo que não aprendeu. Assim é a formação de uma família, o filho aprende com seus pais tudo o que vai determinar o seu futuro. É na educação e disciplina que se molda o caráter, se os pais não adotam seu filho, o traficante o adota e o diabo passa a ser seu pai.
Os homossexuais querem se “casar” formar uma “família”. Querem adotar filhos que foram abandonados por seus pais. Na verdade isto é gerado por um sentimento de abandono que está dentro deles. Eles querem dar o que não tiveram. Mas ninguém dá o que não tem, ninguém ensina o que não aprendeu.
Criar filhos, formar caráter depende de muito mais responsabilidade, não é só dar amor e carinho, mas de dar exemplos bons, e autoridade, e acima de tudo, da imagem paternal que é o paradigma da imagem e semelhança do Pai Celeste.
É até possível que uma criança criada por um “casal” gay, seja heterossexual, porque o fator que determina o homossexualismo depende de vários fatores, mas o menino pode ficar emasculado por ausência de uma imagem máscula, veja bem, eu não falo de machismo, mas de masculinidade.
O filho vai seguir como exemplo vendo a forma que seu pai trata a sua mãe. Que exemplo ele vai seguir se são dois machos efeminados, ou duas fêmeas masculinizadas?
Já a menina, se não virar lésbica por ser criada por um “casal” gay vai ficar sem o referencial de uma imagem máscula para definir sua feminilidade. A menina sente atração primeiro pelo pai, quando criança quer namorar com ele e diz que vai se casar com ele quando crescer, sente ciúmes dele, muitas vezes compete com a própria mãe o amor dele. O que ela sente é o amor Ágape.
Mas tarde, na adolescência ela aprende a definir o amor, e descobre que o amor Eros não é para ser compartilhado por seu pai, mas por outro homem, que é o segundo homem da sua vida. Mas ela precisa sentir esta atração por seu pai, porque é partindo desta primeira atração que vai definir a sua feminilidade e uma sexualidade sadia. Como ela ainda não tem a sua sexualidade definida, esta atração é normal.
Pecado não é uma questão de atração. Pecado é uma questão de intenção. Atração é algo instintivo, natural, biológico e hormonal. Em relação ao sexo, está sujeito à atração física. Precisamos trabalhar é na intenção. A intenção vai governar ou desgovernar a atração. A atração de uma criança por seu pai é admiração inocente. O homossexualismo é uma atração com intenção desgovernada, resultado de uma sexualidade não definida.
Se uma criança é criada por um casal gay, ela jamais vai aprender a definir o que é atração bem governada nem a intenção da atração. Como a criança vai aprender: Devo sentir atração por quem, como, e por quê?
Quem sou eu? Diga-me com quem andas e te direi quem és
Há alguns anos um avião caiu na selva e dois bebes sobreviventes foram alimentados e criados por lobos. Encontrados tempos depois, constatou-se que não falavam e andavam de quatro, emitindo também sons típicos da espécie animal (uivos), reconhecendo-se a si mesmos como lobos.
Assim, se quem nos amou e educou foi um lobo, LOBO SOU, porque o SER é resultado da educação e da dedicação que neste caso, estes animais tiveram com as crianças. O cuidado concretizou-se na IDENTIDADE DO SER. A psicanálise chama de complexo de Electra a atração natural de uma menina por seu pai. E complexo de Édipo a atração do menino por sua mãe.
Entretanto o que Freud não explica é que a atração de uma criança por seus pais é inocente e não tem conotação sexual, porque até os dez anos a sexualidade ainda está sendo definida, o que existe é uma confusão de identidade sexual que vai depender da educação, disciplina e principalmente, referência e amor dos pais. O exemplo dos pais é predominante.
O homossexualismo é o resultado de uma distorção da definição sexual infantil. Como resgatar a identidade sexual certa? Resgatando a identidade paternal através do perdão. Perdoando o pai terrestre e assumindo a identidade da imagem e semelhança do Pai Celeste.
Heterossexuais que têm conflitos com supostos desejos homossexuais apenas estão sendo tentados. Satanás tenta a quase todos em idades diferentes. Só que os mais fracos sedem, outros não.
Se a criança não aprendeu com os pais a definir sexualidade. É por isso que alguém fira gay, não é porque nasceu gay. É porque não aprendeu com o pai qual o caminho a seguir. Homossexualismo não é genérico, não é uma questão de opção, mas é um aprendizado, e é comportamental.
São inúmeras as possibilidades de deformações na personalidade de uma criança criada por um “casal” gay. O menino pode se transformar num sedutor machista se for colérico ou sanguíneo.
Se for fleumático ou melancólico pode ficar emasculado e se casar com uma Jezabel controladora e manipuladora. Tudo isso sem contar que tem mais de 80% de chance de ser também homossexual. São as mesmas possibilidades que tem uma criança criada por um pai carrasco, alcoólatra, que abandona os filhos, espanca, ou até abusa sexualmente deles.
Com certeza, filhos criados por homossexuais e pais carrascos não serão normais e sadios, porque não foram criados dentro dos padrões de família estabelecidos por Deus. Com amor e disciplina.
É exatamente isso que os homossexuais precisam entender, que a definição da sexualidade começa do zero aos dez anos de idade, quando está sendo formada a personalidade. O ser humano não nasce com instinto natural de macho ou fêmea. Biologicamente nasce definido, mas psicologicamente e espiritualmente tudo no ser humano precisa ser aprendido com exemplos.
Se alguém criar um menino como se fosse menina, ele vai pensar que é menina, ou vice-versa.
Se não houver quem dê exemplo, o diabo vai implantar nele a personalidade homossexual.
Existem bons pais que têm filhos homossexuais, mas se você observar o pai é fleumático manso, e a mãe controladora. Os filhos não saberão qual exemplo a seguir. A autoridade paterna é primordial na formação do caráter dos filhos. Mas não uma autoridade de carrasco, porque autoridade é reconhecida, não é imposta, ou seja, não precisa gritar, espancar. Basta falar que logo ela é reconhecida.
Tenho certeza que os homossexuais, quando lerem este livro se estiverem de coração aberto, sem orgulho, vão perceber o que houve de errado na sua educação. O grande problema do homossexualismo e da prostituição é a altivez, soberba e orgulho de achar que estão certos. Pior ainda, é que eles encontram apoio na psicologia. O psicanalista sem conhecimento Bíblico é como um avião tentando voar com uma asa só. Eu não sou formada em psicologia, mas uma coisa eu aprendi, a conhecer o meu Pai Celeste, e ao conhecê-lo eu aprendi a definir e a reconstruir tudo o que o meu pai biológico não soube construir, ou seja, tudo o que ele destruiu. Aos poucos, minhas feridas foram sendo curadas do abandono, destituição de autoridade e amor.
Hoje olho para o meu Pai Celeste, percebo que não sou filha adotiva e nem abandonada, sinto-me amada e totalmente desejada. Sou amada de meu Pai, moralmente meu caráter está sendo reconstruído por Ele pouco a pouco, de glória em glória, até se tornar dia perfeito.

Crise de identidade existencial

Você só ira descobrir quem você é de fato, descobrindo que Deus é. Um dos sentimentos e sintomas mais fortes da crise de identidade é o sentimento de orfandade em relação aos pais e ao Pai Celeste. Os sintomas são de ordem moral. O pior nível acontece é quando se assume um nome que não é o seu próprio nome para se camuflarem na sociedade, e poder agir livremente na sua imoralidade. Prostitutas e homossexuais usam nomes de “guerra”. Basta pegar um jornal na pagina de “massagistas” que você constatara esta verdade. Nas paginas de empregos também são usados por cafetinas e gigolôs, são donos de casas de prostituição, saunas. Colocam anúncios para “recepcionista” que acompanham executivos. Isto é uma armadilha para moças ingênuas desesperadas por emprego.
A imoralidade envergonha e perverte a personalidade, imprime uma identidade distorcida. O indivíduo porque não conhece o seu Deus e a sua paternidade e nem a sua herança, não saberá se é homem ou mulher, se é Maria ou João. Nem saberá discernir a profissão de um desvio de conduta moral.
São os resultados de uma programação maligna motivada por situações traumáticas. Creram e adotaram nomes para si mesmos e chegaram a um estado tão profundo de desengano que até se orgulham do que são, criaram o dia do “orgulho gay” orgulho é um conceito exagerado de si mesmo, é altivez e soberba. Com este orgulho querem dizer que são melhores que a própria sociedade. Mas este orgulho é a síndrome de Lúcifer que julgou-se superior a Deus. O orgulho é o pecado que o diabo mais gosta. Orgulho explode na alma em forma de rebelião, insensatez e irreverência a Deus. Esta expressão: “irreverência” é muito usada também no carnaval, é antônimo de acatamento e respeito. Isto quer dizer que eles não reverenciam a Deus.
Pessoas neste tipo de situação sentem-se vazias e fracassadas. Resultado de uma vida centrada na perversão e imoralidade. Elas se agarram a isto como se fosse a uma fatalidade. Homossexualismo não é genérico, e comportamental, como a prostituição também é um comportamento, ninguém nasce com um dom para ser prostituta, e profissão é dom por uma vocação, não é uma escolha. O sintoma de uma personalidade homossexual não é genérico, não é psicológico, não é hereditário, não existe cromossomo homossexual. Cromossomo feminino é XX e masculino é YX.
Não existe nenhum karma ou “pecado de uma outra encarnação”, pois Jesus já pagou um alto preço por nossos pecados. Nós amamos os homossexuais e as prostitutas, pois eu não me considero em nada melhor do que ninguém, já que eu vivi anos aprisionada nesta vida e por ter sido simpatizante dos homossexuais quase me transformei também em uma lésbica, mas eu rejeitei isso dentro de mim e fui liberta. Tudo é uma questão de consciência, de vontade própria. O homem não pode ser nada do que Deus não projetou para ele.
Acho importante os homossexuais exigirem o respeito da sociedade como indivíduos. Podem exigir a aplicação da lei em relação aos direitos humanos contidos na Constituição. Se querem ser homossexuais é um problema deles. Mas o que eles não podem é cobrar da sociedade a concordância e aceitação de um comportamento contrário à lei de Deus.
Eles tentaram tramitar no Congresso Nacional uma lei que proíbe qualquer pessoa manifestar pensamento contrário ao homossexualismo. Na verdade eles quase conseguiram que a lei fosse aprovada no Senado Federal porque aproveitaram a falta de quorum na Câmara dos Deputados. Entretanto essa lei fere o direito de expressão que também está na Constituição. Nós não vivemos numa ditadura.
Nós não temos preconceito. O que temos é um conceito Bíblico. Somos uma sociedade com o direito de defesa da nossa fé. Pois a expressão religiosa é também um direito civil.
Quando expresso-me contraria ao homossexualismo faço-o por amor, porque creio que a palavra de Deus afirma que os efeminados não herdarão o reino de Deus. Nos dias atuais, quem não concordar com a “opção sexual” deles é “preconceituoso”. Criou-se então um preconceito contra quem não concorda. O certo é tido como errado e o errado é tido como certo. Eu tenho o direito de não concordar, e as pessoas não torcerem o nariz para mim como se eu cometesse um crime. Não sou obrigada a concordar somente para agradá-los. O verdadeiro amigo não é aquele que diz tudo o que se quer ouvir, mas é aquele que diz: “não aceito o seu comportamento, mas te amo mesmo assim”.
Tanto o homossexualismo quanto a prostituição, tem como causa a rejeição, é um sentimento de não ser querido, não ser aceito, não ter sido amado. Eles não foram amados e aceitos na família, então querem ser aceitos na sociedade, mesmo tendo um comportamento não aprovado pela maioria.
A sociedade é hipócrita, apenas finge aceitar, mas não aceita. Esta mesma sociedade que no passado não concordava, e hoje diz que não devemos ser preconceituosos. Será que esta mesma sociedade no futuro não vai abraçar também os pedófilos e dizer: “não devemos ser preconceituosos?”. O que os homossexuais não sabem é que eles não são as únicas vitimas de discriminação. Porque no Brasil há uma discriminação religiosa explicita. Considero os evangélicos as maiores vitimas de discriminação neste país. Observem a parada gay por exemplo, a imprensa dá ênfase e cobertura total. Já a marcha para Jesus que os evangélicos fazem todos os anos e também é feita em outros países nem sequer é comentada, quando muito, apenas 30 segundos, porque as emissoras de televisão do pais “têm preferência” religiosa. Nós sabemos que antes importa agradar a Deus do que os homens. Não buscamos o reconhecimento humano ou fama. O que a sociedade pensa de nós não é importante. Jesus nos disse:

“Se o mundo vos odeia, sabeis que primeiro do que a vós, me odiou a mim. Se vós fôsseis do mundo, o mundo vos amaria, mas porque não sois do mundo o mundo vos odeia… Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós; se guardaram a minha palavra também guardarão a vossa”. João 15: 18-20.
A minha única intenção é ajudar os homossexuais em conflito, que desejam entender o porquê de um comportamento. Não estou aqui para julgá-los. Afinal todos têm livre arbítrio. As escolhas são nossas. Mas vamos ter que arcar com as conseqüências. Porque as nossas escolhas é o que determina as circunstâncias em que vamos viver. Os conflitos são inevitáveis. A comunidade gay não pode determinar que os homossexuais que vivem em conflito não podem procurar ajuda (pecador não libera outro pecador, como o bandido não libera bandido). O que eles vivem é algo real e não há como se camuflar e querer negar que não estão sentindo. Uns sentem mais, outros menos, e outros não sentem nada porque a consciência está totalmente cauterizada.

“Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os impuros e descrentes. Porque, tanto a mente como a consciência deles estão corrompidas”. Tito 1:15.

A ira de Deus contra o pecado: Romanos 1:18-32
” Mas Deus mostra, dos céus, a sua ira contra todo o pecado e a injustiça dos homens, que impedem a revelação da verdade pela sua perversidade. Porque o que acerca de Deus se pode conhecer, eles sabem-no instintivamente. Deus manifesta-lhes essas coisas nas suas consciências. Desde a criação do mundo que os homens entendem e claramente vêem, através de tudo o que Deus fez, as suas qualidade invisíveis – o seu eterno poder e a sua natureza divina. Não terão, portanto, desculpa de não conhecer Deus. Pois ainda que tendo conhecido Deus, não o adoraram como Deus e nem sequer lhe agradeceram todos os seus cuidados diários. Antes começaram a formar ideias absurdas. O resultado foi que as suas mentes insensatas se tornaram obscuras. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E então, em vez de adorarem o Deus glorioso e eterno, fizeram para si próprios ídolos com a forma de homens mortais, de aves, de quadrúpedes e de répteis. Por isso Deus os abandonou a si mesmos, deixando-os entregar-se a toda a espécie de perversões dos seus instintos, fazendo até as coisas mais indignas, com os corpos uns dos outros. Em vez de aceitarem a verdade de Deus, preferiram a mentira. Honraram e serviram coisas que são criadas em vez do próprio Criador, que é louvado eternamente. Amém. Foi por isso que Deus se afastou deles e os deixou fazer todas essas práticas infames. Até as mulheres mudaram o uso natural que Deus destinou ao seu corpo e entregaram-se a práticas sexuais entre si mesmas.”

“E os homens, deixando as relações sexuais normais com mulheres, inflamaram-se em paixões sensuais uns com os outros, homens com homens, e recebendo em si mesmos o devido castigo pela sua perversão. Visto terem achado inútil conhecer Deus, ele deixou-os fazerem tudo o que as suas mentes malignas pudessem imaginar. As suas vidas tornaram-se cheios de toda a maldade, prostituição, ganância, violência, inveja, assassínio, disputas, engano e intrigas. Tornaram-se insurrectos, difamadores, cheios de ódio contra Deus, caluniadores, orgulhosos e presunçosos, imaginando constantemente novas práticas de maldade, sem respeito por pai ou mãe, falhos de senso comum, faltando à palavra dada nos contratos, sem saberem o que é afeição natural, sem capacidade de reconciliação nem de tolerância. E, conhecendo a justiça de Deus e o castigo de morte que as suas condutas merecem, continuaram na mesma, encorajando até os outros a viver assim.”
Texto do meu Livro: “Prostituição e Homossexualismo”
Por: Pastora Wilma Ribeiro.

IMPRIMA ESTE TEXTO E DÊ A UM HOMOSSEXUAL.
Deus abençoe os homossexuais. Nós evangélicos somos os que mais o amamos porque não fazemos piadas com eles como fazem nos programas de TV. A sociedade apenas finge aceitar, mas rieem e os ridicularizam e isso é que é o verdadeiro preconceito e homofobia. Nós amamos os homossexuais e oramos por eles!
O Brasil esta passando em um momento Decisivo! A Fúria(Espiritual) é enorme que se levantou contra esta nação, quem tem discernimento espiritual consegue captar o que estou falando, Falsas bandeiras estão sendo levantadas na nossa nação. A sociedade tem que compreender que nós não odiamos os homossexuais como já ouvimos tanto falarem, nos chamam até de Intolerantes, sabemos que na verdade que essa Lei que está no congresso PLC 122, é para a proteção de uma classe de pessoas, mas no fundo ela dá status a uma classe em detrimento de outras que são até mais sofridas como crianças, idosos e negros. Mas o verdadeiro intuito é colocar uma mordaça na sociedade para aqueles que não concoradam com essa prática. Querem acabar dom a democracia e impedir o direito de expressão “Freiar” o avanço do evangelho de Cristo. Deus abençoe os homossexuais.

Anúncios