Tags

, , ,

Na cidade de Piracicaba/SP, a Câmara Municipal aprovou um projeto de Lei que proíbe a prática do Candomblé e sacrifícios de animais em rituais de religiosidade e teve repercussão nacional.

Agora pediu para os guardas municipais que retirassem um cidadão que não se levantou na leitura da bíblia, portanto a cidade já mostra que de novo seu objetivo não é o legislativo e sim escravocrata cristão. Assisti este triste episódio na EPTV Campinas hoje dia 30/10/2012.

João Manoel do Santos disse que só mandou retirar o cidadão porque é assim a lei. Eu que pergunto agora ele nunca leu a Constituição ou só está na Câmara para multiplicar seu ódio religioso?

Um ensinamento fica óbvio, que a falta de articulação e voto nas eleições tende a piorar a cada dia a interlocução cristã pela força ou pelas brechas das leis.

Muitos dizem que existem leis que nos auxiliam, mas quem executa as leis são eles, então acorda meu povo que a cada dia piora nossa situação em âmbito legislativo, executivo e judiciário.

Por:  Oluandeji

 

Anúncios