Tags

, , , ,

A ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, afirmou há pouco que o racismo é uma das explicações para a pequena quantidade de parlamentares negros no Congresso. Dados apontam que, dos 513 deputados, somente 43 se autodeclaram negros ou pardos. E dos 81 senadores, apenas dois.

Luiza destacou que ainda existe a percepção de alguns partidos e eleitores de que o candidato “ideal” é homem, branco, cristão e heterossexual. Qualquer cidadão que fuja desse “padrão”, ressaltou, enfrenta mais dificuldades para entrar na vida pública.

Ela defendeu a aprovação da proposta (PEC 116/11) do deputado Luiz Alberto (PT-BA) que reserva vagas na Câmara, nas assembleias legislativas e na Câmara Legislativa do Distrito Federal, por cinco legislaturas, para parlamentares negros.

A ministra participa do seminário “A sub-representação de negras e negros no Parlamento Brasileiro”. O evento ocorre no auditório Freitas Nobre.

Fonte: Correio do Brasil

 

Anúncios