Tags

, ,

O Candomblé nasceu no Brasil com a vinda dos negros escravizados que trouxeram muito mais que força de trabalho. A religião só sofre o racismo e a intolerância porque preserva seus mistérios, tradições africanas e com isso a ignorância das pessoas procuram negatividade no ódio institucional que outras religiões passam a seus adeptos.

A sociedade Candomblé na verdade não possui o Diabo que tenta nos ofertar, pelo contrário nos espaços religioso Afro Brasileiro possuem a sua força na natureza que é a maior obra de Deus.

Os terreiros de Candomblé, além da grande religiosidade, possuem a tradição de socializar a tudo e com todos de maneira que seus adeptos sejam premiados com o respeito que vive tanto em falta nesse mundo.

E quando alguém me fala que o Candomblé é uma seita do mal, eu já resposto de maneira simples e certeira, que nossa religião não escravizou ninguém, não aniquilou povos, e só não vê a beleza de nossa religiosidade aqueles que não têm coração bom, por que o ódio cega às pessoas.

Por: Oluandeji