Tags

, , , ,

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Correio Nagô

Em comemoração ao mês da Consciência Negra, a 11ª edição da Feira Preta Cultural, que foi realizada de 11 a 17 de novembro, trouxe o tema “O Poder da Mulher Negra”. O evento, foi realizado na Casa das Caldeiras em São Paulo, teve diversas atrações como dança, gastronomia, cinema, teatro, shows.

Além de cultura, o evento dedicou o primeiro dia à ação social, cobrando como entrada um kit de natal, que será entregue para as vítimas de quatro favelas destruídas pelos incêndios dos últimos meses na cidade. Outra novidade da Feira Preta foi o tema Turismo Afro.

Desde 2002, a feira já reuniu 400 artistas, 500 expositores e mais de R$ 2 milhões de circulação. Este ano, a expectativa era de 12 mil visitantes por dia, que conheceram o trabalho de cerca de 50 expositores da capital e de outras regiões, entre eles artistas plásticos, artesãos, chefes de cozinha e músicos. A edição deste ano homenageou a mulher negra, por sua influência na luta contra a discriminação racial e social, e na construção da sociedade brasileira.

Completando onze anos, a maior Feira da Cultura Negra da América Latina se tornou Circuito Cultural de uma semana, com atividades culturais, seminários e oficinas. Dentro da programação, teve dois dias dedicados ao Seminário de Boas Práticas na Produção Cultural Negra na Perspectiva da Economia Criativa. A música também teve seu espaço, sendo que cada dia foi dedicado a um gênero, entre eles hip hop, com artistas como Emicida, e o samba, com o grupo Samba da Vela. O evento também teve espaços voltados às crianças, como a “Brinquedoteca”, que contou com atividades lúdicas e interativas. A 11ª edição da feira foi patrocinada pela Petrobras.

Fonte: Guarulhos Notícias