Tags

, , , , ,

Durante a inauguração da exposição “Igualdade Racial no SUS é pra valer!” do Ministério da Saúde, foi lançada a segunda edição ampliada do livro “Saúde da População Negra”, realizado pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), em parceria com a Associação Brasileira de Pesquisadores Negros (ABPN) e Ministério da Saúde. O evento ocorreu na data em que se celebra o Dia da Consciência Negra, 20 de novembro.

O livro, organizado por Luís Eduardo Batista, Jurema Werneck e Fernanda Lopes, integra a Coleção “Negras e Negros: Pesquisas e Debates”, coordenada por Tânia Müller. A publicação traça, ao longo de 16 capítulos de vários autores, um painel sobre o direito à saúde e a questão racial como determinante social da saúde.

O Fundo de População da ONU foi representado no lançamento pela Representante Adjunta, Florbela Fernandes, que destacou os esforços desenvolvidos pelo UNFPA, juntamente com o Sistema das Nações Unidas, para que as pessoas “tenham o direito a viver com dignidade e igualdade de oportunidades, possam melhorar sua condição de vida e de saúde e tenham todos os seus direitos respeitados. Esperamos que esta publicação possa contribuir para o alcance desse resultado”.

A exposição “Igualdade Racial no SUS é pra valer!” com fotografias de servidores do Sistema Único de Saúde (SUS), informações sobre a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra, e outras ações positivas do Governo Federal nesta área, está montada no túnel que liga a sede do Ministério da Saúde ao edifício-anexo do órgão, em Brasília (DF). A mostra, que pode ser visitada até o mês de fevereiro, faz parte das ações que compõem a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra, cujo objetivo é combater a discriminação étnico-racial nas unidades do SUS, e promover a equidade na saúde da população negra.

Para o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a ideia é fazer com que todos os servidores e funcionários do Ministério da Saúde que passam diariamente por este túnel sejam sensibilizados pelo desafio de promover a saúde da população negra. “Com a exposição, fazemos uma grande homenagem à população negra e também promovemos o exercício de sensibilização para melhorar a saúde no nosso País”, destacou.

Acesse o livro: Saúde da População Negra

Fonte: Portal Áfricas

 

Anúncios