Tags

, ,

discriminacaosalarial002

Os negros ainda sofrem grande preconceito e discriminação no mercado de trabalho. No setor bancário não é diferente. Os cargos e salários dos trabalhadores negros são bem inferiores aos dos brancos. A remuneração, por exemplo, chega a uma diferença de 67,6%.

A diferenciação não termina por aí. Os bancos contratam poucos funcionários negros e ainda os colocam em cargos com quase nenhuma visibilidade. O Mapa da Diversidade, da Federação Brasileira dos Bancos, mostra que do total de mulheres nas agências 84% são brancas e apenas 17% negras.

A discriminação também atinge os homens negros. Eles ocupam 19% dos postos de trabalho ocupados pelos trabalhadores do sexo masculino, enquanto que os brancos correspondem a 81%.

Fonte: SEEBMA

Minha Opinião:

Para quem é contra as cotas, saiba que na hora de procurar trabalho ou ter um bom salário ainda pesa a cor da pele e infelizmente o fato historio se estende por séculos e o descaso das autoridades multiplica a ignorância de algumas pessoas.

Há pouco tempo o IBGE divulgou que quadriplicou o numero de negros das universidades, mas infelizmente 70% ainda estão sem alcance ao estudo e aponta que a pobreza cumpre um papel importante nestes números.

As cotas não beneficiam os negros ou índios, apenas pagam uma pequena parcela da dívida que a sociedade deve e nesta reparação em momento algum rebaixa o negro, pois ele tem competência, só lhe falta oportunidade que lhe é negada desde que conheceu o Brasil e hoje é nosso dever reparar esse crime institucional.

Por: Oluandeji

Anúncios