Tags

, , , , , ,

A delegada Gleide Ângelo do Departamento de Homicídio e Proteção à pessoa (DHPP) ficará responsável pelo inquérito que vai investigar a morte do estudante da UFPE, Raimundo Neto, mais conhecido como Samambaia.

Familiares e amigos do estudante se reuniram na manhã desta segunda-feira (07) com o secretário de Defesa Social do estado, Wilson Damásio, para cobrar esclarecimentos e providências sobre a morte do universitário. Também esteve presente um representante do Instituto Médico Legal (IML).

Em nota, a SDS esclareceu que o Departamento de Homicídio e Proteção à pessoa (DHPP) está investigando a morte do universitário. “A causa jurídica o resultado se dará através da conclusão do inquérito do DHPP. O Secretário de Defesa Social Wilson Damázio determinou à Corregedoria que apurasse a denúncia da família da vítima de ter sido mal atendida no instituto”.

O rapaz saiu de casa na quarta-feira (2) passada, dizendo que iria comprar um notebook no Centro do Recife para poder lecionar História e desapareceu. Seu corpo foi encontrado na manhã da sexta-feira (4), na praia de Boa Viagem, em frente ao edifício Brigadeiro Eduardo Gomes, trajando apenas uma bermuda com a Carteira de Reservista no bolso. A Declaração de Óbito foi assinada pela médica legista Ana Dolores do Nascimento que identificou “asfixia por afogamento”.

Marta ainda revelou ter recebido uma ligação informando que o rapaz foi visto na fila de uma lotérica na última quarta-feira (2). Ela também chama a atenção para o fato do corpo de Raimundo ter sido localizado sem os seus pertences, como celulares, óculos e cartões de crédito.

Fonte: Diário de Pernambuco

 

Anúncios