Tags

, , , ,

PARA QUE TODOS MEUS AMIGOS TOMEM CONHECIMENTO. NÃO PODEMOS ACEITAR ESSE TIPO DE ATITUDE.

Ao Othon Palace Hotel Salvador-BA

Estou hospedado desde 2 de janeiro de 2013 no Othon Palace Hotel de Salvador-BA e acabo de sofrer um discriminação vexatória por parte de um funcionário. Foi extremamente constrangedor ser seguido por um segurança desde a porta até o elevador, que, numa abordagem inadequada (enquanto chamava outros seguranças pelo rádio), queria saber se eu era hóspede. Detalhe: antes de mim, entrou um casal que não sofreu nenhum tipo de abordagem. Pergunto: qual o critério para que algumas pessoas sejam abordadas por seguranças na entrada deste hotel e outras não? Seria porque o casal chegou de táxi e eu a pé? Seria porque se tratava de um casal e eu estava só? Seria pelas roupas esportivas que eu usava? Seria porque o casal era branco e eu negro? Só este ano é a quarta vez que me hospedo no Othon e desde 2006 que sou cliente assíduo. Já sofri outro tipo de abordagem em outra ocasião e reclamei com a gerência, mas nunca pensei passar por outra discriminação ainda pior. Quero, verdadeiramente, saber por que nenhum dos meus acompanhantes brancos nunca sofreram esse tipo de abordagem?

É inadmissível que um hotel desse nível se deixe organizar por critérios racistas. Uma instituição desse porte deve orientar seus funcionários a não tratar com diferença as pessoas que utilizam seus serviços, mesmo que não saibam quem elas são. Ou se adota um critério de abordagem pra todos, ou não se aborda ninguém. 

Registro aqui minha indignação, exijo um pedido formal de desculpas e as devidas reparações.

Grato pela atenção.

Rodney William Eugenio ( Babalorixá Rodney William )

 

Anúncios