Tags

, , ,

Redação Correio Nagô* – Depois de ter sido inviabilizado pela prefeitura para o carnaval de 2013, o projeto do Afródromo para criação de um quarto circuito no carnaval de Salvador foi alterado.

O cantor e compositor Carlinhos Brown, que é também diretor de Arte do projeto, apresentou no final da tarde desta terça-feira (15), no Museu du Ritmo, no bairro do Comércio, uma versão modificada para o projeto ainda para este ano.

331838_437825702957332_1909666452_o(Foto: Divulgação)

Ao invés de três dias de folia na Cidade Baixa, será realizado um desfile no circuito Osmar, no Campo Grande, o mais tradicional do carnaval de Salvador, a partir das 11h do domingo, com a presença dos participantes da Liga dos Blocos Afro, formada por grupos afros e de afoxés. O horário e o trajeto são uns dos mais cotados justamente por terem maior visibilidade.

“Pela primeira vez, blocos afros e afoxés unem-se em um movimento para recuperar o caráter cultural do Carnaval de Salvador através da valorização da cultura ‘afroascendente”, divulga a organização do evento.

De acordo com representantes da Liga dos Blocos Afro, composta por Filhos de Gandhy, Ilê Aiyê, Carlinhos Brown, Cortejo Afro, Timbalada, Muzenza e Malê Debalê, o Afródromo foi idealizado “para ser um espetáculo capaz de ressaltar a beleza e a força econômico-criativa da cultura negra”.

Recentemente, o Conselho do Carnaval, entidade vinculada à Prefeitura de Salvador, recomendou ao prefeito ACM Neto a não aprovação do projeto. A ideia inicial era que os blocos afros desfilassem em um quarto circuito no bairro do Comércio.

Para o projeto modificado, a promessa é de ressaltar a história dos blocos afros e afoxés. “Um coletivo de artistas está empenhado em criar a identidade visual do desfile, de acordo com as histórias dos blocos afros e afoxés”, complementa a organização do Afródromo.

As alegorias foram concebidas por J. Cunha e Pedro Caldas e executadas por Ray Vianna. O artista plástico e presidente da Liga, Alberto Pitta, é responsável pela criação das estamparias e indumentárias. “O Afródromo é uma mudança para a dignidade dos blocos afros e afoxés no seu aspecto político, estético e social”, enfatiza Pitta.

O cortejo será capitaneado por Carlinhos Brown, acompanhado pelas alas de canto dos blocos afros e afoxés em um trio elétrico.

Ainda de acordo com a organização, o movimento Afródromo “está preparado para acontecer ao longo do ano, seguindo o calendário de eventos culturais da cidade”.

*Com informações da Assessoria do cantor Carlinhos Brown

Fonte: Correiro Nagô

Anúncios