Tags

,

16422-maeafricaEstivemos diante de uma atitude da polícia de São Paulo oficializando o racismo contra a população negra. Essa oficialização existe nas entrelinhas da abordagem policial no Brasil diante do que vemos nos jornais todos os dias jovens negros morrem assassinados cotidianamente. Todos envolvidos em tráfico e me pergunto será mesmo? Temos um movimento de que os próprios negros e negras estão a favor desse extermínio por que a imagem do negro está atrelada à criminalidade. Isso é racismo e não discriminação. Em primeiro lugar precisamos dizer que a atitude desse grande da PM não é preconceito, é racismo mesmo! O Racismo gera preconceito e discriminação. Segundo não somos racistas conosco por que racismo é a hierarquização das raças, onde ficou sabido por via das teorias raciológicas que os brancos são superiores aos negros. Dessa forma a imagem da população negra é visibilizada de forma negativa nos meios de comunicação e em todos os outros. Nos é negado um emprego em autos escalões, somos vistos como ignorantes pelo nosso fenótipo. Nenhum ser humano quer se ver como algo de negativo com veio sendo construída a imagem do negro por mais de milênios, e sendo o branco o supostamente superior se desenvolve o sentimento de baixa autoestima nos negros e esses buscam ingressar no mundo do branco e não vai conseguir por que a sociedade é racista. Salvo o jogador de futebol, o ator (salvo Lázaro Ramos). o cantor de pagode que ingressa via mulher branca os demais ficam muitas vezes a ver navios! Um exemplo bem evidente: Carlinhos Brown é um músico fabuloso, um excelente compositor qual o lugar dele no carnaval da Bahia diante de Ivete Sangalo, Deniela Mercury e Bel Marque. Que hora sai o seu Camarote Andante na Barra no carnaval de Salvador? Que hora saem os blocos afro em Salvador? Qual a empresa que patrocina os blocos afro em Salvador? O racismo está bem diante de nós e muitas das vezes não sabemos discernir. Veja ao nosso redor, o desconhecimento de muitos sobre nosso valor e nossa história, nossa cultura, nossa religião. A ideologia racista e capitalista nos cega e faz com que menosprezemos o que é nosso, postamos imagens de uma África miserável no facebook sob influência da mídia. Postamos imagens de candomblé no facebook com perguntas absurdas e ainda rimos, achamos fantástico quadro como Painho (Chico Anísio) e o de Adelaide do Zorra Total e ainda pior, rimos de nós mesmos contribuindo com o racista que nos ridiculariza publicamente. Não nos mobilizamos contra o extermínio de rapazes negros em idade reprodutiva. Os meninos postam imagens de mulheres brancas no facebook como se modelo de beleza fosse o europeu e que não houvesse beleza na mulher negra. Muitos negros e negras até militantes do movimento negro, buscam modelo de beleza para os próprios companheiros pessoas se não brancas, com a pele mais clara. Tudo isso é ideologia racista aliado a ignorância da população brasileira que não lê e não busca se instruir, tem preguiça de utilizas a própria internet como suporte para a construção do seu próprio conhecimento. Quem fica no facebook escrevendo coisas e postando muitas das vezes mensagens ridículas pode muito bem procurar coisas úteis para ler. O facebook é a prova cabal de alienação as postagens são….. O Brasil pegando fogo, a impunidade, insegurança, educação e saúde de baixa qualidade, o extermínio da população negra em massa, o salário uma miséria, os impostos altíssimos que pagamos e as nossas postagens em sua maioria são ridículas, fúteis que não somam nada para nós negros que vivemos a beira do Caos do racismo!! Precisamos reagir. Os estudos étnicorraciais é um grande colaborador para a descolonialidade do saber e

do conhecimento, na tentativa de demolir a escravidão mental de uma nova geração. É o que devemos perseguir!!

Anúncios