Tags

, , , ,

165040_422393437830384_436857833_nDe tempos em tempo

No poder da terra

Que seja seca ou lama

Na morada de quem a habita

Nos ferros da guerra

Espada do guerreiro

Que se molha na aguas calmas

Do rio de peixes onde o caçador

Espera sua presa embaixo das folhas medicinais

É de tempo em tempo

É nas ondas do mar que o bufalo passeia

No vento ou na tempestade

Com um olhar de quem veste palha

De quem é filho das aguas e do caçador

Das pedras rasgada pelo raio

Nos caminhos do senhor

Que brinca e alegra e sabe ensinar

Nos entende nos ajuda

Em tempos de guerra e de paz

Desde o saber da criança ao velho de branco

Que com cajado iluminado

Nos faz iluminado

Mesmo que o arco iris seja chamado

E a cobra nos mostre a direção

Existe um criador

E nós somos a criação!

Por: Oluandeji

Anúncios