Tags

, , , , , ,

Com tristeza no coração sou obrigado a lembrar de que a nossa irmã angolana Zulmira foi brutalmente e covardemente assinada e conversando com um irmão e companheiro Hugo Ferreira que me lembrou de que irá fazer um ano em maio e a única novidade é que o assassino foi está em liberdade.

Hugo Ferreira falava que foi na Assembleia Legislativa e a Comissão da Verdade irá REASSUMIR o questionamento Quem matou Zulmira que é presidida por Dep. Adriano Diogo (PT) e eu estarei acionando os deputados para que acompanhem este caso grave de descaso com a vida e um racismo que insiste permanecer entre a sociedade.

As pressões populares cobram o Governador Geraldo Alckmin junto com seu secretário de segurança sem perder o foco da PM que tem o maior índice do país no genocídio da população negra e que para os movimentos populares o caso é mais um entre muitos de referencia ao ódio.

O blog http://zulmirasomosnos.blogspot.com.br/2013/02/bracos-abertos-portas-fechadas-brasil.html traduz a angustia dos movimentos negros e de toda a sociedade em fazer justiça neste caso de assassinado e precisamos que os internautas façam das redes sociais uma panela de pressão para que não fique impune o assassino.

Segue abaixo o vídeo do documentário da TV Al Jazeera. Lançado em 130 países no dia 18 de fevereiro traz o rapper angolano Badharo no documentário Open Arms, Closed Doors” (Braços Abertos, Portas Fechadas).

Leia assista e divulgue nas redes e a seus amigos e juntos iremos combater o racismo de maneira coesa.

Por: Oluandeji

Anúncios