Tags

,

Até o Google lembrou e homenageou-a com seu logo de hoje, 4 de março. Miriam Makeba, a Mamãe África que passou a maior parte de sua vida adulta sem sua cidadania natal e impedida de voltar a seu país, graças à sua luta contra o racismo na África do Sul, faria hoje 81 anos. Morreu na Itália, em 2008, da mesma forma que viveu: de um ataque cardíaco após participar de um show contra o racismo e em defesa dos direitos humanos.  Para recordá-la e apresentá-la às pessoas que não a conheciam, abro mão dos sucessos óbvios, como “Pata, Pata”, e prefiro postar possivelmente sua interpretação que mais amo: “Malaika”. Aí vai ela, antecedida de um pequeno resumo da vida de Makeba, infelizmente em inglês, seguida da música, com legendas em Swahili e, também, traduzidas para o inglês. Mas a beleza da música e a doce melodia de sua voz compensam tudo. (Tania Pacheco)

fonte: http://racismoambiental.net.br/2013/03/miriam-makeba-a-mamae-africa-expulsa-de-seu-pais-pela-luta-contra-o-racismo-faria-hoje-81-anos-vamos-homenagea-la/

Anúncios