Tags

, ,

58092_464681396934199_903173126_nNesta segunda-feira, 27 de maio, a Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial, realizará o evento D’África-São Paulo, que celebra o Dia da África. A cerimônia também marca a apresentação das políticas étnico-raciais projetadas para a cidade. Estão confirmadas as presenças do prefeito Fernando Haddad, da reitora da Unilab (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira), Nilma Lino Gomes, e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que será homenageado na cerimônia.

Lula foi escolhido como homenageado pelas políticas executadas para a promoção da igualdade racial no País durante o seu governo.

Durante a celebração, o secretário Netinho de Paula vai anunciar a criação do Grupo de Trabalho “Educação das Relações Étnico-raciais” para elaborar proposta de implementação, acompanhamento e monitoramento da Lei 10.639/2003, que institui o ensino da História da África nas escolas públicas e privadas. O Grupo de Trabalho será composto pelas secretarias de Educação, Cultura, Esporte, Governo, além de Igualdade Racial.

De acordo com o secretário Netinho de Paula, esta comemoração marca um momento muito importante na cidade de São Paulo, pois o prefeito, além de criar a Secretaria de Igualdade Racial, priorizou a área da educação com o reforço ao ensino da história da África (Lei nº 10639) nas escolas públicas e privadas. O D’África-São Paulo é o pontapé inicial para esta implementação.

Dia da África
O Dia da África foi instituído pela União Africana (antiga Organização da Unidade Africana) ressaltando o momento de sua criação – 25 de Maio de 1963, como forma de celebrar e lembrar o Continente Africano como parte da historia, da memória, e, dos valores civilizatórios mundiais. Esta data reflete o compromisso político dos líderes africanos e destes com instituições internacionais, visando à aceleração do fim da colonização do continente. Nesta perspectiva, nos últimos anos a agenda governamental brasileira se intensificou junto ao Continente Africano reforçando os laços históricos e incrementando a relação econômica, política, social e cultural.

Ainda, ao longo das três últimas décadas, em função da negociação entre o Movimento Negro e a organização de mulheres negras com o Estado brasileiro, foram criados órgãos de promoção da igualdade racial – Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra no Estado de São Paulo (1984), a Coordenadoria dos Assuntos da População Negra no Município de São Paulo (1989); a Fundação Cultural Palmares vinculada ao Ministério da Cultura (1988); e, a Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, da Presidência da República (2003).

Serviço
D’África-São Paulo
Data: 27 de maio
Horário: 16h30
Local: Auditório da Prefeitura de São Paulo – Edifício Matarazzo – Viaduto do Chá, 15 – 7º andar – Centro – São Paulo – SP

fonte: http://www.institutolula.org/celebracao-do-dia-da-africa-em-sao-paulo-vai-homenagear-ex-presidente-lula/#.UaOH0ti6W4a