Tags

No Brasil foi introduzido o jôgo de divinação feito com 16 Búzios (kawrís), sistema trazido e aperfeiçoado na África por Bamgbose Obitikú (Rodolfo Martins de Andrade) para as iyás do Ilê Axé Iyá Nassô Oká, mais conhecido por Casa Branca do Engenho Velho, por volta de 1830. Sistema que se espalhou por todo candomblé brasileiro, pela sua simplicidade e independência de Babalawos, o “Mérìndilogún – jogo de 16 Búzios” com mais de 70 caminhos e desdobramentos. Abaixo relacionei a minha visão desse sistema, uma leitura basica sem predizer nada, apenas uma síntese e com profundo respeito a Orunmilá, peço agô.

 
 
16 Búzios e 16 odús principais, são eles:
 
 
1-Òkàràn Méjì – 1 aberto e 15 fechados
-este é odú principal de Exú, podem aparecer Egun, Oyá. Este caminho representa a magia boa e ruim.
-(ówe) provérbio: “A imprudência é o venemo da continuidade”.
 
 
Éjì Oko Méjì – 2 abertos e 14 fechados
-neste odú falam principalmente Oxalufon, Ibeji, Irôko e Ajê Salugá. Representa a sabedoria, a conciência e a clarevidência.
-(ówe)provérbio: “Deus não impôes aos ignorantes a obrigação de aprender, sem antes ter exigido dos sábios, o juramento de ensinar”.
 
 
Étà Ògúndá Méjì – 3 abertos e 13 fechados
-este é o odú principal de Ogun e nele podem aparecer Omolú, Yemanjá e Oyá. Representa o esperma, o poder e a certeza.
-(ówe) provérbio: “O assassino culposo e o ladrão nato, não são homens de guerra”.
 
 
Ìròsún Méjì – 4 abertos e 12 fechados
-neste odú falam Oyá, Egun, Yemanjá e Oxóssi. Representa a cavidade, o abandono e a renúncia.
-(ówe) provérbio: “A terra-mãe, se penteia com a enxada”.
 
 
Òsé Méjì – 5 abertos e 11 fechados
-neste caminho falam Omolú, Oxun, Yamí, podem aparecer Oyá, Xangô e Exú. Representa a dor, o pesar, a espiritualidade e o sofrimnento
-(ówe) provérbio: “cabeça dura não quebra miséria, mesmo quando o ancião se curva, ainda assim, está de pé”.
 
 
Òbàrà Méjì – 6 abertos e 10 fechados
-neste caminho falam Xangô, Oxóssi, Logun, Ori e Oxun pode aparecer. Representa a nobreza e vaidade (+), inveja e roubo (-).
-(ówe) provérbio: “Rei morto, Rei coroado”.
 
 
Òdí Méjì – 7 abertos e 9 fechados
-neste caminho falam Oxun, Omolú, Exú, podem aparecer Ogun, Obá e Ajêxelugá. Representa: o avesso, o buraco e a derrota
-(ówe) provérbio: “A Equidade e a harmonia são as medidas da vida”.
 
 
Èjì Onílè Méjì – 8 abertos e 8 fechados
-este é o caminho principal de Osogiyan, podem aparecer Iroko, Ogunjá, Modé, Iyagunté, Jibí e Arauwé. Representa a mutação constante, vida e morte.
-(ówe)provérbio: “Em cima e embaixo, dentro ou fora da natureza, nada se cria, nada sofre perda, tudo se muda”.
 
 
Òsá Méjì – 9 abertos e 7 fechados
-Neste caminho falam Yemanjá, Oyá, Orí e podem aparecer babá Ajalá e babá Egun. Representa a renovação, a inteligência e a gestação
-(ówe) provérbio: “Orí é o primeiro a nascer e o último a morrer”.
 
 
Òfún Méjì – 10 abertos e 6 fechados
-Principal Odú de Oxalufon, podem aparecer Oxun, Orunmilá e Oduduwá, os funfun em geral. Representa o ciclo sem fim, o nascimento, o mundo.
-(ówe) provérbio: ” A Longevidade é o caminho”
 
 
Òwónrín Méjì – 11 abertos e 5 fechados
-neste caminho falam Oyá, Exú, Ogun. Representa as mudanças repentinas sobre qualquer ponto de vista, começo e fim.
-(ówe)provérbio: “Ele é a rota que faz o errado virar o certo e vice-versa”.
 
 
Èjìlá Sebòra Méjì – 12 abertos e 4 fechados
-odú principal de Xangô e podem aparecer Oba, Axabó, Airá, Yamassê, Irôko. Representa a união, ação e justiça.
-(ówe)provérbio: ” O escudo representa a águia solar”
 
 
Èjì Ológbon Méjì – 13 abertos e 3 fechados
-neste caminho falam Nanã, Ikú, Omolú e Egun. Representa a Àísí- a morte como parte da vida, o pó.
-(ówe)provérbio: “Tão logo nasce, caminha para morte”.
 
 
Ìká Méjì – 14 abertos e 2 fechados
-Neste caminho falam Oxumarê, Osanyin, Ewá e podem aparecer, Omolú e Logun Edé. Representa a renovação, a beleza, o amor.
-(ówe) provérbio: “Terra e céu em comunicação”.
 
 
Obèogúndá Méjì – 15 abertos e 1 fechado
 
-Neste caminho fala Obà e pode aparecer Ewá, Ogun. Representa apaga, a justiça com retidão.
 
-(ówe)provérbio:” A Terra é minha mãe, para seu ventre voltarei”.
 
 
Àláàfiá Méjì – 16 abertos
-Neste caminho fala Orunmilá e todos os Orixás podem aparecer.Representa a vocação,a coerência, a integração: reconhecimeto, saúde e paz.
-(ówe)provérbio: ” Pecado é o que sai da boca, não o que entra”.
16 Fechados

 -Não é um odú e sim uma caída negativa, não há mensagem alguma, simplesmente o jôgo está fechado, o olhador não poderá mais jogar neste dia, prenúncio fatídico, fatal.

 
 
*O Búzio é uma concha marinha composta de duas faces: dianteira e traseira. A face dianteira contém uma fenda dentada de cima a baixo, aqual podemos chamar de “boca”, Segundo a totalidade dos babalawos, é a parte falante do jogo. A face trazeira, originalmente fechada, é aberta para proporcionar o equilíbrio e a queda do búzio em duas posições, aberto e fechado, com idênticas probabilidades. De acordo com os mitos, a adivinhação pelos búzios foi introduzida pelo Orixá Oxun e suas filhas são Iyas Petebí por natureza. Os búzios também são chamados de kaurís e já valeram como dinheiro no segundo milênio antes de Cristo.
O Jogo do Ìbò: é uma forma de prestar assessoramento ao Jogo de Búzios, tem a finalidade de decidir ou revelar o ebó, obrigações, decisões, o odú e a qualidade de Orixá. O Ìbò promove uma participação mais direta entre o consulente e o jogo. As perguntas são feitas à Orunmilá sem a interferência de Exú. A palavra Ìbò significa aquilo que está encoberto, oculto, e vem do verbo bò, cobrir, em razão de ato de a pessoa ter, em suas mãos fechadas, dois elementos para responder as perguntas feitas. O Ìbò utiliza-se de uma fava ou búzio ou otás de formatos diferentes que um deles significa SIM e o outro NÂO, para pergunta feita.
Bibliografia: *José Beniste.
 
 
Há também o Jogo feito com o Obí e Orobô e o de Exú com 4 búzios que auxiliam na confirmação das jogadas.
 
 
Só podem jogar búzios, o Egbon que tem sua Cuia ou Deká, o cargo de Babalorixá/Iyalorixá ou Ojú Oluwò, conferidos pelo seu axé e ratificados por Orunmilá.
 
 
Oxeturá ou Òsétùwá, acompanha todas as divindades, é formado pela combinação de Otùwá e Òsé, um odú menor, 17ª e mensageiro dos Odús, muito ligado a Exú; Òdòsú é o vigia do jogo, que observa à parte, mais que não participa diretamente no jogo, mas que pode ajudar numa indecisão.
 
 
As caídas acima podem variar de Axé par Axé, podendo haver pequenas divergências.
 
 
Babalorixá Fernando D’Osogiyan