Paulo Mariante

Oluandeji :- Qual seu nome, seu cargo religioso, sua família espiritual? Se não foi da religião, a qual família representa ou tem apoio?

Paulo Mariante:- Paulo Mariante, sou Ogan na casa de Mãe Corajacy.

Oluandeji:- É candidato a qual cargo político?

Paulo Mariante:- Sou candidato a vereador em Campinas, SP.

Oluandeji:- Qual seu partido político e a história dele referente às Religiões de Matriz Africana?

Paulo Mariante:- Sou filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) desde 1981, e nosso Partido tem dentre seus princípios a defesa dos direitos humanos, sendo que no artigo 14 de nosso Estatuto, que fixa os deveres dos filiados, encontramos no inciso II “combater todas as manifestações de discriminação em relação à etnia, aos portadores de deficiência física, aos idosos, assim como qualquer outra forma de discriminação social, de gênero, de orientação sexual, de cor ou raça, idade ou religião”. Portanto, o PT tem um compromisso fundamental com a luta pela liberdade religiosa e contra as respectivas intolerâncias, além de reafirmar em todos os seus Encontros e Congressos esse posicionamento. Destaco ainda que a grande maioria das legislações voltadas ao reconhecimento e da visibilidade das religiões de matriz africana são de parlamentares do PT.

Oluandeji:- Já possui algum trabalho sócio-politico? Qual?

Paulo Mariante:- Sou militante do movimento da diversidade sexual (LGBT), e dos direitos humanos, bem como das lutas contra o machismo, o racismo e outras formas de opressão. Sou Coordenador de Direitos Humanos do Identidade – Grupo de Luta Pela Diversidade Sexual, de Campinas, integrante da Comissão Nacional da Diversidade Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-Conselho Federal), e integro o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (CONDEPE), o Conselho Municipal de Saúde de Campinas, o Conselho Integrado de Segurança do Município de Campinas, e sou Presidente do Conselho Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de Campinas.

Oluandeji:- Quais são os seus projetos políticos para seu município?

Paulo Mariante:- O lema “Abrace a Diferença” simboliza o projeto político pelo qual lutamos, considerando que em nosso ponto de vista somente com uma Campinas – e um Estado e um País – que respeite a diversidade humana – aí incluída a pluralidade religiosa – será possível a garantia dos direitos humanos, e a superação das opressões e intolerâncias que ferem nossa dignidade. Como vereador, atuaremos na defesa de todas as bandeiras dos direitos humanos, buscando na Câmara Municipal de Campinas servir como uma voz de denúncia de todas as situações de violência, dentre elas a intolerância religiosa, usando do poder de fiscalização para exigir que a Prefeitura Municipal cumpra suas obrigações também nesta área, e apresentando projetos de leis, requerimentos e indicações para que avancemos na conquista de nossas reivindicações. Uma de nossas prioridades é garantir que seja corretamente aplicada a Lei Municipal Antidiscriminatória nº 9.809 de 1998, uma conquista do movimento da diversidade sexual que foi “engavetada” pelo último governo, e necessita não apenas da Comissão Processante para receber as denúncias de discriminação mas uma grande divulgação junto a toda a população. É imprescindível também que o Município adote uma legislação que impeça as perseguições às casas de candomblé e umbanda, sob os pretextos burocráticos de infrações a leis de silêncio e zoneamento. Acreditamos igualmente que o Município deva desenvolver junto às/aos servidoras/es municipais atividades de formação e capacitação no respeito à diversidade religiosa. Mas é importante compreendermos que a intolerância religiosa só poderá ser enfrentada com êxito se aliarmos esta luta ao combate ao machismo, ao racismo, à homofobia e outras formas de opressão, bem como as graves desigualdades sociais e econômicas. E temos compromissos com estas bandeiras, o que poderá ser encontrado em nosso site http://www.mariante13133.com

Oluandeji:- Defina porque é importante pessoas do Axé votarem em candidatos que são do Axé.

Paulo Mariante:- Penso que o voto em pessoas do Axé ou que assumam este compromisso de defesa da liberdade religiosa e respeito à religiosidade afro brasileira é fundamental, para que nossas Câmaras passem a representar de fato o povo brasileiro, e evitar que o fundamentalismo religioso cristão se torne hegemônico. Isso passa pela defesa intransigente da laicidade do estado.

Oluandeji: Companheiro e irmão Mariante é um dos membros do PT Campinas que honra as lutas pela diversidade e o respeito na sociedade.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s